A expansão para a gestação (Rm 8:22. A criação provê a nossa liberdade de ação: A expansão. Todo homem necessita de liberdade e espaço. Deus fez um firmamento no meio das águas (Jó 26:10; 2Pe 3:4,5). O homem precisava de espaço no meio das suas águas! Deus abriu o espaço. Deus sabe que precisamos de espaço. Tudo era água quando o mundo físico foi criado (Gn 1:1), pois a terra jazia no meio das águas (Gn 1:2). Depois de milhões de anos, no meio dessas águas, Deus abriu um vazio e o chamou de expansão ou firmamento. Essas águas têm limite, terminam na presença de Deus e no firmamento abaixo. No meio dessas águas, Deus pôs um firmamento. E a este chamou céus. E no meio deste firmamento ele deixou a terra.

1. Águas e a terra eram uma só mistura. Tudo era informe. As águas estavam sobre tudo, pois a única coisa formal que havia era o Espírito Santo, o qual pairava sobre as águas. Milhões de anos a terra ficou sem forma e vazia, sendo trabalhada pelo Espírito Santo, em tempo divino: coisas de eras eternas. Deus, então, abre um espaço para o mundo dos homens. O homem precisa respirar, atuar, construir nesse mundo! Oremos a Deus se não houver espaço, e permitamos-lhe que abra este espaço. Nele criará a ordem. Depende do que você faz com o espaço que Deus lhe dá, você prospera, se espante ou faz do seu espaço o seu cemitério. Faça como Jabez e peça o seu espaço. Deus lhe Deus: “Aumenta o meu território”. Faça como Elizeu, perceba que o espaço é pequeno e vá buscar as vigas!
Gênesis 1:6: Então, disse Deus: “Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas”. (Jr 10:12)

2. As águas têm o seu limite de operação. A nossa
mente e o nosso espírito têm lugar de ação. Dê nome à sua liberdade. A sua liberdade é o nome do seu espaço, onde você fabrica os motivos da sua felicidade. Como é o nome do seu espaço? O nome da sua liberdade é o nome da sua empresa. Como É o nome do seu espaço.

3. Essa é a segunda visão da terra, já no meio das águas siderais, em uma expansão, onde as nuvens estavam espargidas nela, presas por ordem de Deus (Jó 26:8).

4. Tipologicamente, as águas de cima representam as águas do Espírito, do homem interior e as águas de baixo são as águas da mente e da carne; mas há um firmamento entre elas! Estas águas são parecidas, mas são diferentes. Deve haver discernimento de espíritos para conhecê-las!

5. As águas de cima de nosso firmamento podem ser usadas por Deus a qualquer momento. Devemos temer as suas grandes águas. As águas que estavam por cima do firmamento, a Bíblia as chama de “comportas dos céus”, e quando começasse o dilúvio, essas águas sobreviriam sobre a terra. Mas, no início do dilúvio as águas também apareceriam do interior da terra (do grande abismo) e de sobre a terra, isto é, das águas acima do firmamento. Foram muitas águas que sobrevieram: de cima e de baixo.

6. Havia um firmamento acima, e nele estavam as comportas de águas do céu; e dentro da terra, havia grandes abismos com lençóis aquáticos. O dilúvio universal cobriu a terra, onde havia um só continente. Somente depois do dilúvio, por causa dos lençóis que ficaram vazios (porque muitas águas não regressaram à sua origem) a terra dividiu-se em cinco continentes (depois de um grande terremoto, o qual encaixou a terra abaixo nos lugares vazios, onde a maioria dos lençóis aquáticos prevalecia antes do dilúvio).

7. As águas que compõem, hoje, as regiões polares, jamais regressaram para o interior da terra, e nunca voltaram às comportas do céu. Isso ocasionou uma grande transformação do clima da terra. Os grandes homens e as grandes mulheres da História souberam desfrutar destas águas. Com elas Noé começou um novo mundo, com elas Moisés retirou o seu povo do cativeiro e os batizou; com elas Elias fez chover na sua nação e no Querite o Jordão o respeito; depositou-as como sementes ao redor do altar; com elas Josué fez uma barreira até encontrar as doze pedras do pacto; com elas Davi fez um altar; com elas Samuel começou um grande avivamento nas escolas dos profetas, seguindo o caminho de Elias; com Jesus transformou água em vinho, lavou os olhos dos cegos, dessedentou a Samaritana, festejou os seus Tabernáculos, fez uma passarela de fé, derramou a sua vida na cruz!

Sob a sua obediência eu declaro uma nova descoberta de fé na sua história: Suas águas de cima vêm das janelas dos céus para momentos emergenciais! Ó se você soubesse quantas armas poderosas em Deus estão à sua disposição!
Gênesis 1:7: Fez (“do existente”), pois, Deus a expansão, dividindo as águas que estavam debaixo da expansão das águas que estavam por cima da expansão. E assim foi. (Pv 8:28; Sl 148:4) (Da Bíblia Alpha, AT, à sua disposição

Um comentário em “A Expansão para a Gestação

  1. ¨Glória a D´us por essa abençoada palavra, meu mestre Pr. Louvo a D´us pela sua vida, pois já faz parte da minha família, da minha casa, do nosso ministério!
    Lhe amo em Cristo Jesus¨.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X