O pecado é original? Todos estão obrigados a pecar? O fato de serem condenados à morte em Adão faz deles pecadores originais? No entanto, assim como a Bíblia, também os psicólogos e sociólogos instruídos sob as mais altas patentes universais não nos garantem que as pessoas nascem boas por natureza, mas durante a sua vida se voltam para os maus caminhos, segundo suas próprias escolhas, e não por causa de seus instintos interiores, sob a influência de uma cultura transgressora e de uma educação substantiva e corrompida. Revivem sob as mesmas circunstâncias o pecado de seus pais depois de certa idade quando a lei não tem poder sobre eles (Rm 7:8-10). O mandamento era para conseguirmos a vida, mas pelo fato de o desobedecermos, alcançamos a morte e não a ressurreição (Lv 18:5). Quem cumprisse a lei ganharia o prêmio pela façanha: mesmo que morresse por causa da condenação de Adão, seu quadro seria invertido com a aquisição da ressurreição por seu próprio mérito. O mandamento sendo cumprido outorgava ao vencedor uma bênção: a vida eterna mediante a ressurreição; mas, o homem depois de sua infância inocente decidiu desobedece-lo e caiu no pecado, sendo absorvido pela morte que condenara a todos os filhos de Adão, mesmo aqueles que não pecaram à semelhança de Adão, isto é as crianças inocentes e o próprio Messias, filho do homem, que havia de vir; nesse caso a origem do pecado estava na escolha por desobedecer ao mandamento; antes dessa data, o mandamento não o poderia condená-lo (Romanos 7:8): “Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, produziu em mim toda sorte de concupiscência; porquanto, sem a lei, o pecado estava morto. E eu, em algum tempo vivia sem conhecimento da lei, mas com o tempo, veio o mandamento, o pecado reviveu em mim, e eu morri. Assim, o mesmo mandamento que estava ordenado para a vida, descobri que se tornou para a morte” (Rm 7:11; 1 Co 15:56).

A teologia do pecado original e sua terminologia tem sido usada de três maneiras, em todos os livros que a defendem. (1) A ideia imediata que temos sobre a frase “o pecado original” é que se refere ao pecado inicial de Adão o qual condenou à morte a todos os homens em todos os três estágios do tempo. (2) A segunda ideia mais aceita entre estes teólogos é uma referência ao pecado herdado de Adão, mostrando com isso que todos os humanos nascem moralmente corruptos e alienados espiritualmente de Deus. (3) Finalmente, a frase “o pecado original” é uma doutrina que se refere à relação causal entre o pecado de Adão e o nosso pecado, isto é nosso pecado tem origem em Adão, logo não somos culpados dele. Mas todas as três linhas são absolutamente passives de graves erros hamartiológicos. – Continuaremos…
Da Bíblia da Eleição, no Prelo (Dr Aldery Nelson Rocha)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X