Pronta Entrega – Livro Episcopologia – Comentário do Presbitério do N.T.

(2 avaliações de clientes)

R$77,50

Ou em até 2x de R$38,75
Sem Juros - PagSeguro

Parcelamento PagSeguro

1x de R$77,50 *sem juros3x de R$27,39 com juros5x de R$16,92 com juros7x de R$12,43 com juros9x de R$9,95 com juros11x de R$8,37 com juros
2x de R$38,75 *sem juros4x de R$20,85 com juros6x de R$14,30 com juros8x de R$11,04 com juros10x de R$9,08 com juros12x de R$7,78 com juros

19 em estoque

Categoria:

Descrição

PARTE INTEGRANTE DA ENCICLOPÉDIA DE TEOLOGIA LATINA DI NELSON – VOLUME VII
264 PÁGINAS DE GRANDES REVELAÇÕES!
O ministério do homem e da mulher segundo a Bíblia!

Moderado: O bispo que tem  controle  de  si  mesmo  mostra  moderado: O bispo que tem  controle  de  si  mesmo  mostra  pela moderação quem comanda a sua  alma. O  bispo  deve  saber que tudo que for considerado excesso será criticado, mas pela sua moderação será admirado. Os homens pretensiosos chamam a atenção, mas os moderados preferem ser procurados, e esta é uma característica do bispo. A moderação é a oratória do bispo quando fala de si mesmo, que cede, de boa vontade, à atitude dos outros. Quando o ministro é moderado, aumenta o seu mérito. Não é um simples vestido ministerial, é uma armadura. O bispo deve saber que as mulheres estranhas elogiam o homem moderado, mas não o apreciam. A moderação não é um desprezo às virtudes que se tem, mas a valorização delas, pois as virtudes exigidas do bispo são muitas. A moderação é irmã da sensatez e ambas fazem o bispo. O bispo deve saber quando já tem o bastante para não cair no ridículo, bem como deve saber quando parar para não cair nas armadilhas do seu ministério. O bispo deve ter moderação, inclusive, nos seus grandes propósitos por causa da grande porfia de seus colegas, pois a moderação nos seus propósitos é fruto de saber esperar para preparar uma resistência eficaz contra a concorrência, como Davi; pois o segredo da satisfação ministerial é a arte da moderação.

Não espancador: O  bispo  não  é  algoz,  é  ministro  da  paz.  ão espancador: O  bispo  não  é  algoz,  é  ministro  da  paz.  Não é polícia de choque, nem segurança,  nem  guerrilheiro.  O bispo é agente da paz. Com a sabedoria pode vencer a um exército inteiro sem usar nenhuma arma. O exemplo de Cristo na sua paixão é fundamental nos momentos de injustiça. O resultado dessa decisão: Alcançou o gozo proposto, assentou-se à destra de Deus, e foi louvado diante das testemunhas. Alguns momentos o ministro deverá defender a pureza do santuário, mas não poderá fazê-lo sem amarrar o valente. O valente é o diabo. Algumas vezes o ministro deverá mostrar a cara de leão, em lugar da cara de bezerro humilde, mas não deve ser espancador como Hofini (“pugilista”).

Informação adicional

Peso 0.5 kg
Dimensões 25 × 18 × 1 cm

2 avaliações para Pronta Entrega – Livro Episcopologia – Comentário do Presbitério do N.T.

  1. Pedro

    Obra indispensável a todos os ministros do Senhor.

  2. Alex Sandro

    Excelente obra algo nunca visto DEUS abençoe

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *